Bastidores da gravação do novo cd da banda Gentileza + Entrevista com Heitor Humberto

Fotos: Vincius Grosbelli

Heitor Humberto é uma figura muito presente na cena musical curitibana, além de ser o responsável pela voz, guitarra e violinos da Banda Gentileza, ele ainda discoteca, já foi repórter de rádio e TV. Hoje, como proprietário da Fineza Comunicação e Cultura, trabalha como assessor de imprensa cultural, além de produtor de shows.

Confere ai o que rolou durante a conversa que o Blog teve com Heitor na última semana. ele fala sobre a nova fase de sua banda, seu novo trabalho e quais são os planos para o ano… Vem coisa muito boa por aí!!

Foto: Vinicius Grosbelli / Sofar Sounds Curitiba – 2014

Foto: Vinicius Grosbelli / Sofar Sounds Curitiba – 2014

 

[Tudo o que você (ou)vê] Conte um pouco sobre o conceito do novo trabalho? Como se chama?

[Heitor Humberto] No começo do ano passado, o Artur falou que estava de mudança e precisaria sair da banda. Aí a gente resolveu começar a ensaiar como um quarteto para ver se o resultado

Foto: Vinicius Grosbelli – Banda Gentileza (Diego Perin, Heitor Humberto, Jota Borgonhoni e Tuna Castilho)

Foto: Vinicius Grosbelli – Banda Gentileza (Diego Perin, Heitor Humberto, Jota Borgonhoni e Tuna Castilho)

nos agradava. Depois de vários anos contando com metais, violino e outros instrumentos, começamos a focar mais na formação básica de bateria, baixo e guitarra. E rolou que a gente adorou e isso acabou norteando as músicas novas: tá mais seco, mais direto, com mais riffs. O nome do disco vamos divulgar nos próximos meses.

[Tudo o que você (ou)vê]  O que mudou do primeiro para o segundo disco?

[HH] Quase tudo. O primeiro disco saiu há muito tempo, em 2009. Foi nossa primeira experiência em estúdio. Tudo era novo. Cada música apontava para uma direção diferente, tentamos explorar um grande número de instrumentos. As faixas novas tem isso de serem mais diretas. Mudou a formação da banda algumas vezes, o que influencia diretamente nas composições. Além do mais, hoje em dia muita coisa nasce em estúdio, durante os ensaios. Há uns anos, normalmente as músicas chegavam quase prontas para a banda tocar.

[Tudo o que você (ou)vê] Como se deu a escolha dos produtores do disco (Zé Nigro e Gustavo Lenza)?

[HH] Há alguns anos curtimos e acompanhamos o trabalho do Lenza. Foi por isso que o convidamos para produzir a faixa “Quem me Dera”, que lançamos em 2012. Queríamos repetir a dose. Chamar o Zé Nigro foi ideia dele depois da boa experiência que eles tiveram na produção do “Antes que tu conte outra”, do Apanhador Só. E foi excelente trabalhar com duas pessoas diferentes. As ideias pipocaram na pré-produção e na gravação, assim como o trabalho rendeu bastante.

[Tudo o que você (ou)vê] Quando vai ser o lançamento?

[HH] Queremos fazer o lançamento online em junho

[Tudo o que você (ou)vê] Quais são os planos para a banda em 2015?

[HH] Vamos fazer algumas gravações adicionais nos próximos dias. Depois o material segue para mixagem e masterização. O lançamento deve rolar em junho, junto com um clipe. Depois, começam os shows de lançamento, além da divulgação do trabalho.

Confira abaixo uma parte das fotos que o fotógrafo Vinicius Grosbelli fez para o Blog, durante as gravações do novo trabalho da banda Gentileza, que rolou no Nico’s Studio em Curitiba.

(Para ver a foto ampliada, basta clicar na imagem)

Fotos: Vincius Grosbelli

Comente!