Entrevista com Camila Cara

Por: Vinicius Grosbelli

Certo dia, durante uma pesquisa de referências para o meu workshop de fotografia de shows, me deparei com algumas fotos que me chamaram a atenção, eram do Arctic Monkeys.Como as fotos me chamaram a atenção, resolvi ver quem era o fotógrafo responsável pelas imagens. E assim, descobri o grande talento de Camila Cara. Meio que sem querer, mas com a certeza de que cedo ou tarde, iria ouvir falar dela.

Dona de um grande talento, ela possui um estilo próprio, seja no olhar quanto na edição. Desde aquele dia, resolvi entrar em contato e pedir autorização dela para mostrar uma parte de seu portfólio em meu curso.
Agora, ela veio mostrar um pouco do seu trabalho aqui no Blog.

Então,  confere aí, a entrevista que a fotógrafa Camila Cara concedeu para o Blog Tudo o que você (ou)vê…

camila_002

[Tudo o que você (ou)vê] Fale um pouco sobre como você começouna fotografia, por onde passou até chegar aqui.

[Camila Cara]Eu comecei com a fotografia em 2010.Fotografo shows, sou freela, algumas vezes vou como imprensa, cobrindo para a 89 FM, a radio rock e algumas outras vezes para um site q fala de rock, o Reduto do Rock.  As vezes trabalho direto com as empresas que trazem os shows e em alguns casos tenho acesso ao backstage e contato com artistas.
Sempre quis fazer parte do mundo da música, até tentei aprender a tocar algum instrumento, mas logo vi que não tinha muito jeito pra coisa. Sempre gostei de fotografia, ate que eu pensei que aquele poderia ser o meu caminho, fotografar shows! Comecei fotografando bandas independentes aqui de SP, em bares. Ia fotografar a banda dos amigos, do namorado, o que aparecesse, mas minha meta era chegar em grandes shows.
Até que um dia o Marcelo Rossi, fotografo q eu já admirava, viu minhas fotos e me mandou um mensagem me elogiando, eu disse q queria entrar nesse mercado e ele me deu a oportunidade de fotografar um show da Joss Stone, foi meu primeiro show. Fui substitui-lo em um dia que ele tinha outro show pra fazer. Desse dia em diante ele não parou mais de me chamar, muitas vezes fui fotografar com ele pra aprender e outras no lugar dele.
Ele é o meu mentor e sempre trabalhamos juntos, sou muito agradecida!

[Tudo o que você (ou)vê] Me conte qual foi o show que mais te marcou? E porque?

[CC] Olha tiveram vários shows que me marcaram de alguma forma. Mas ano passado fui fotografar o Arctic Monkeys, banda que sou muito fã e a abertura era do The Hives, banda que também gosto. E a energia deles é incrível, pra encher os olhos de qualquer fotógrafo! Fiquei muito ansiosa para fotografar. O The Hives abriu com tudo, me renderam ótimas fotos e o Arctic Monkeys depois, foi muito bom também, apesar de ter sido difícil de fotografar, pois o show todo foi no contra luz e com uma chuvinha. Gostei muito do resultado e depois tive um feedback muito positivo!
Outro mais recente que me marcou também foi o Foo Fighters, o lugar para fotografar era bem longe e só dava pra ver metade do palco, sai do show até um pouco desanimada, mas depois vendo em casa com calma eu gostei muito do resultado final, recebi muitos elogios e mensagens de carinho de pessoas desconhecidas falando que amaram minhas fotos e tudo, isso não tem preço, valeu a pena toda a dificuldade pra fotografar!

foo_fighters_camila_cara_004

[Tudo o que você (ou)vê] Quais são as maiores dificuldades em sua opinião para fotografar shows?

[CC] Sobre as dificuldades, depende… às vezes é o lugar para fotografar, quando temos que fotografar de longe, você tem q pegar momentos muito especiais e usar muito sua criatividade pra diferenciar seu trabalho dos outros, porque senão fica todo mundo com as mesmas fotos e temos que fazer tudo isso em 3 musicas! Em alguns shows é a luz que não esta muito boa. Mas para mim o pior é quando o artista mal se mexe no palco, não sai do lugar e não é expressivo, Fica muito difícil de conseguir uma foto marcante, tem que usar a cabeça e fazer o possível pra conseguir bons cliques!

[Tudo o que você (ou)vê]  Como é o mercado de fotografia de shows em sua opinião?

[CC] O mercado de fotografia de shows mudou muito, antigamente o fotógrafo era muito mais valorizado e ganhava mais dinheiro. Hoje em dia, com tantos fotógrafos no mercado querendo entrar nesse meio que, claro, não posso negar que é tentador, tudo mudou. Começaram a fazer trabalhos de graça para ter portfólio, ou para simplesmente entrarem no show. Isso desvalorizou muito nosso trabalho, e não só nessa área de musica, em muitas outras… As vezes somos tratados com desprezo, parece que estão fazendo um favor deixando você fotografar o show, sendo que na verdade estamos trabalhando e depois vamos gerar conteúdo, divulgando o artista e o sucesso que foi o show.
É muito complicado ganhar dinheiro com fotografia de show, você tem que se sobressair e fazer um trabalho diferenciado, é sempre bom ter um plano B e aprender também outras áreas da fotografia que são mais seguras. Tem que amar muito o seu trabalho e insistir sempre pra viver disso.

the_hives_camila_cara_003

[Tudo o que você (ou)vê] E as s suas referências na fotografia?

[CC] Se tratando desse meio musical, tenho algumas referencias,  como o Bob Gruen, claro! Me Lembro muitos anos atras, quando eu ainda nem fotografava, fui ver uma exposição dele. Fiquei fascinada com toda aquela experiência de vida, de estar no meio de grandes bandas, com certeza com muitas historias pra contar… isso é demais!
Tem também a Annie Leibovitz, sou muito fã do trabalho dela, da história dela e da maneira como ela evoluiu com a sua fotografia, ela não parou no tempo, sempre buscou mais e mais. Tem também o Mick Rock, outro com um acervo maravilhoso e que não parou no tempo, esta na ativa ate hoje fazendo ótimos trabalhos!

[Tudo o que você (ou)vê] Qual a sua opinião sobre o pequeno número de fotógrafas de shows?

[CC] Não sei porque não tem muitas mulheres fotografando show, em outras áreas da fotografia é mais comum. Na verdade, no meio musical em geral a maioria são homens, desde uma mulher tocando algum instrumento até o backstage de um show. São minorias! Na historia da fotografia, muito mais homens ficaram conhecidos do que mulheres. Mas claro que isso vem mudando, hoje a gente vê mais mulheres com banda, mais mulheres envolvidas no meio musical e consequentemente na fotografia de shows. Pra ser fotógrafa não pode ter frescura, tem que carregar equipamento pesado, Muitas vezes por horas, tomar sol e chuva, algumas vezes se espremer no meio do público pra conseguir uma boa foto, tem q estar disposto a tudo isso, e acho q uma grande parte ainda vê isso como uma coisa meio masculina!

[Tudo o que você (ou)vê]  E o seu grande sonho na fotografia de shows?

[CC] Meu grande sonho na fotografia de shows é ter um nome conhecido e ser reconhecida pelo meu trabalho!
Gostaria muito de fotografar uma turnê de alguma banda famosa e juntar um grande acervo e futuramente fazer exposições e até lançar um livro de fotos, seria demais! Espero alcançar todos esses objetivos, tudo ao seu tempo… acredito muito no meu trabalho que é feito com tanta paixão. Minha vida é movida à música, adoro o clima de um show, o público sempre me emociona. Acho que estou no lugar certo, não me vejo mais fora desse mundo incrível!

Confira abaixo mais algumas fotos:

acesse: www.camilacara.com

 

Comente!